Você está aqui: Página Inicial / Serviços

Serviços

Drive UFSCar

O ​Drive UFSCar oferece um serviço similar ao Dropbox, porém em vez dos arquivos serem hospedados em servidores da empresa, localizados nos Estados Unidos, estes ficam dentro da nuvem computacional da UFSCar, atendendo ao disposto no Decreto nº 8135 de 04/11/2013, e oferecendo velocidades de transferência na ordem de gigabits por segundo.

O serviço é baseado no software livre Seafile, que oferece as seguintes funcionalidades:

  • Sincronizar bibliotecas, pastas e arquivos entre dispositivos computacionais diferentes (PC, celular, tablet, etc.)
  • Armazenar e facilitar o acesso a pastas e arquivos.
  • Compartilhar pastas e arquivos entre usuários do serviço (diretamente pelo Drive) ou com usuários externos (por meio de uma URL de acesso gerada pelo serviço).

Serviço de computação sob demanda

O serviço de computação sob demanda provê acesso a um painel de controle e a um conjunto de interfaces de programação (APIs) que permitem ao próprio usuário criar e administrar máquinas virtuais hospedadas na infraestrutura da nuvem. O serviço é baseado na plataforma livre OpenStack. Essa plataforma é composta por diversos componentes, que oferecem funcionalidades variadas. As principais funcionalidades providas pela infraestrutura da UFSCar são descritas a seguir.

  • Computação (nova): O usuário pode criar e gerenciar suas próprias máquinas virtuais no virtualizador KVM.
  • Rede (neutron): O usuário pode criar e gerenciar suas próprias redes privadas ou públicas, conectando suas máquinas virtuais entre si ou com a Internet. Fornecemos para cada projeto, por padrão, uma rede contendo um bloco IPv6 /64 público e um bloco IPv4 /24 privado, além de um endereço IPv4 público flutuante, que pode ser dinamicamente atribuído a uma das máquinas virtuais. Caso sejam necessários mais endereços IPv4 públicos para atender a alguma especificidade de certo projeto, essa demanda pode ser analisada pelo comitê.
  • Armazenamento de blocos (cinder): O usuário pode criar discos virtuais persistentes para armazenar sistema operacional, aplicativos e/ou dados de suas máquinas virtuais. Esses discos são alocados em um cluster Ceph mantido pela equipe da SIn. Projetos específicos que demandem alta velocidade de escrita em disco podem solicitar permissão para criar discos também em um appliance iSCSI comercial.
  • Armazenamento de objetos (swift): O usuário pode criar contêineres de armazenamento de objetos, que podem ser lidos e escritos por meio de uma API específica do swift. Na Cloud UFSCar, esse componente foi configurado para utilizar os discos de mais baixa velocidade dentre os disponíveis na infraestrutura, portanto indicamos sua utilização apenas para dados que precisem ser lidos ou escritos com baixa frequência.

Política de backup

No serviço de computação sob demanda da nuvem, o usuário é responsável por gerenciar seus próprios backups. A Cloud UFSCar não conta com nenhum tipo de backup automatizado, nem backup de rotina, nem backup contra desastres.

O próprio usuário pode realizar backup de seus discos virtuais por meio de uma opção disponível no painel de controle do OpenStack. Esses backups são armazenados em três réplicas distintas no componente de armazenamento de objetos (swift), o que garante tolerância no caso de falha em um dos discos rígidos.

No entanto, os discos utilizados para armazenamento de objetos estão localizados na própria infraestrutura da nuvem, o que não garante a persistência desses backups em caso de desastres ou de falhas generalizadas de hardware ou de software. Portanto, recomendamos que o usuário sempre efetue um backup dos dados mais críticos fora da nuvem.